Seguradora AIG…

Seguradora dos EUA retoma a normalidade

AIG vai devolver ajuda pública que evitou a falência

A seguradora norte-americana AIG e a administração Obama já chegaram a acordo sobre o plano para a devolução dos dinheiros públicos que, há cerca de dois anos, evitaram que a companhia entrasse em falência.

O plano, confirmado esta quinta-feira, prevê que o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos converta em acções comuns as acções preferenciais que absorveu quando injectou cerca de 180 mil milhões de dólares na seguradora.

Com esta operação, o Estado norte-americano passará a deter cerca de 91 por cento do capital da companhia, enquanto os restantes accionistas, que actualmente pesam quase 20 por cento, verão as suas posições reduzir para menos de 9 por cento e, por isso, serão compensados. Em princípio, deverão receber produtos financeiros no valor de 3,4 mil milhões de dólares.

Com as acções comuns na sua posse, o Tesouro norte-americano poderá colocá-las no mercado em momento que considere o mais oportuno para reaver os dinheiros públicos utilizados no resgate da AIG.

“Com este plano em curso, podemos concentrar-nos com todas as atenções e com todos os nossos esforços, no desenvolvimento do nosso negócio”, afirmou Robert Benmosche num declaração oficial produzida a propósito do acordo alcançado.

Fonte: Público em 30.09.2010 – Por José Manuel Rocha